Garanhuns, 13 de março de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
OPINIÃO
 

Lula armou, mas não bateu

Pedro Jorge Valença


Em Brasília, o envolvimento de um ilustre membro do PT, com um Banqueiro do Jogo do Bicho, que arrecadava fundos eleitorais, e aproveitava para separar uma parte para colocar no bolso. O "sabidão", atuava desde o Governo de Benedita da Silva, obrigando Lula a fazer a demissão de um companheiro.

Vamos para Garanhuns do passado, onde os deputados Elpídio Branco, Figueira e Aluízio Pinto tinham comportamento exemplares, e não se envolviam com o Jogo do Bicho, exemplo transmitido para os líderes que se seguiram e que não se envolvem com os problemas policiais.

Garanhuns era exemplo, mas segundo Vespasiano Vieira de Vasconcelos, filósofo da Vila de São Pedro, conhecido por Seu Vespa, contava esse causo: Em uma certa região, um deputado, para ajudar ao delegado que veio da Capital, resolveu pedir a colaboração do dono da Banca de Bicho, que daria o equivalente ao prêmio de Hum Cruzeiro no Grupo, ou seja Vinte Pratas. Um soldado ficou encarregado da cobrança e foi estabelecido um código:
- Eu vim receber o prêmio que o delegado ganhou no bicho de hoje ! E pegava os " vintinhos" .

O tempo foi passando, aí o soldado chegou cobrando "Quarenta Mil Reis", sem discussão o prêmio foi pago.

Depois de dois meses, o deputado visita a cidade e recebeu a reclamação do aumento inesperado do prêmio do delegado, que foi chamado para explicar, sendo pego de surpresa, pois só chegava às suas mão, o que fora combinado. Decisão: chama o soldado para esclarecer o aumento, e a resposta foi simples.
- O delegado tinha tanta sorte, que eu resolvi também jogar nos seus palpites.

Em Pernambuco o Jogo do Bicho, toda vida foi liberado e era sorteado pela Loteria Estatal, que transmitia pelo telégrafo o resultado diário, e as cidades no entorno de Garanhuns, mandavam emissários apanhar os números.

Sr. Artur Ataide, era o dono da Banca e o emissário Noé "Bode", que vinha de bicicleta, apanhar os resultados. O carteado ficava nos fundos do bilhar, onde Seu João Marques, pai de Pedro Rodrigues, administrava e o prédio pertencia a Chico Tenório, que era o Comissário da Vila. Não havia propina para autoridades e tudo era aberto.

Bronca só existia quando Seu João Marques estava perdendo no carteado. A maior foi quando um jogador reclamou do gosto da água do pote novo que estava sendo inaugurado. Seu João calmamente se levantou, pegou o pote e no meio do salão, espatifou, declarando: agora vocês vão beber água nos infernos.

Como o Presidente deixou nossa terra ainda menino, não conheceu essa convivência sadia do Governo com a Contravenção. No Rio de Janeiro, o dinheiro dos "Bicheiros" financiava as Escolas de Samba, e "Droga" nem falar. Foi o tempo em que segundo o samba dizia : " Malandro não descia, mas a polícia, no Morro também não subia."

O PT não soube escolher o seu coordenador financeiro de campanha, e foi buscar um Valdomiro Dinis, que tinha uma "gaveta de pano" ( bolso) muito grande, e estava na escola dos traficantes do Sul Maravilha.

Por falar em Valdomiro , lembro do meu colega de infância "Miro Cachorra Preta" , que era engraxate e pelas mãos do Padre Adelmar foi estudar no Diocesano, com todas as mordomias, e soube aproveitar a oportunidade, se formando como Contador e conseguindo um emprego de destaque na Receita Federal. Mas seu espirito aventureiro falou alto e foi transferido para Maicoré-AM , e em pouco tempo chegava a notícia que o Dr. Valdomiro Gomes, fora eleito prefeito da cidade, e que seguindo o que aprendeu nas Aulas de Civilidade, do velho Diocesano, virou líder, sendo reeleito e depois duas vezes deputado estadual.

Infelizmente, os companheiros de Lula não escolheram uma homem com a fibra de Miro, o ex- engraxate, e pegaram um traquino, que conseguiu até entrar nas negociações das Loterias administradas pela Caixa Econômica, e hoje respinga desconfianças até nos seus resultados. Já manchada quando os "Anões do Orçamento" faziam lavagem do dinheiro sujo. Uma pergunta: tem alguém preso ?

O nosso conterrâneo Lula, precisa ser ajudado por pessoas que conheçam as manhas dos contraventores, e eu sugiro mandar buscar Manoel Fava Pura, maior "Pirú" de jogo do nosso Município, pois o Presidente ainda chama Pif-Paf de Jogo de Relancinho, e Bingo, só os feitos pela Igreja, para sortear as oferendas. Em uma semana de aula, ele vai ficar conhecendo tudo, como "palmear e encamaçar" um baralho; tirar uma carta de baixo; esconder outra na camisa, ou na manga; soltar no chão e cobrir com o pé; aprender o código de comunicação para pedir a "boa" ao parceiro e finalmente vai ficar um craque e passar rapidamente de "armado" para bater com as dez.

Também cabe ficar atento para as viagens da ministra Benedita da Silva, que a título de aprender o Evangelho no estrangeiro e exibir a nova moda de cabelo tipo " Ninho de Garrancheiro " ou "Balaio de Jabuticaba", tem viajado e levando seu secretariado.

Outra sugestão é pedir para seu Primo Cazuca mandar um molho de Arruda, "Benta" por Preto Limão, para numa sexta-feira, tomar um " banho de descarrego ". Mas a melhor atitude é seguir o dito popular, que manda:

Para Ladrão eu tenho foice e para Corno Serrote.

A CUT e a Força Sindical estão desaprovando as proibições, alegando o desemprego, ai eu me lembro de "Zé Baixinho", cambista com um metro e vinte de altura, que de 6 às 12 horas, passa bicho, para depois transformar parte da comissão em um quartinho de aguardente. E vai vivendo dentro das condições físicas que lhe foram determinadas. E não teve a oportunidade que foi dada a um "deputado metido a brabo", apelidado de "Babá", que usa um cabelo grande ridículo, que segundo meu ponto de vista, só arrumava emprego para pintar rodapé, consertar quebra luz ou levar recado de rapariga. Para aparecer mais, devia pentear o cabelo para cima, modelo dos Apaches, crescendo mais um palmo.

Concluindo, o nome de Zé Baixinho é José Ferreira de Melo, o mesmo sobrenome da Mãe de Lula, e primo de primeiro grau de Zi Ferreira ( Ex Prefeito de Garanhuns ) meu primo em primeiro grau, que o Presidente Lula trata como meu primo. Seguindo essa orientação, vou terminar sendo parente do Presidente, só que eu nasci Silvestre, e Ferreira só boas lembranças do meu Tio Zé Ferreira. Como a Vila de São Pedro tem história, se não tem a gente inventa !

Um "Palpite" para o jogo da semana : 5833, antiga placa do caminhão de Papai. É cobra na cabeça!