Garanhuns, 13 de dezembro de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

José Chaves destina mais de R$ 1 milhão para Garanhuns

Mesmo sem ter tido uma votação expresssiva em Garanhuns, na última eleição, o deputado federal José Chaves, do PTB, foi o parlamentar que mais colocou recursos destinados ao município no Orçamento da União para 2004. As emendas do representante petebista totalizaram R$ 1.150.000,00, dinheiro que será aplicado sobretudo em obras de infra-estrutura turística. Uma pequena parte será direcionada à Apae, Lar da Criança Santa Maria e Creche Marta de Abreu Cavalcanti.

Muita gente estranhou o trabalho de José Chaves em prol de Garanhuns, por que ele não apareceu nem entre os 35 mais votados no município em 2002. Já Armando Monteiro (PTB), destinou à cidade apenas R$ 66.000,00 dos recursos que tinha direito, embora tenha conquistado 11.992 votos no pleito passado. O deputado Raul Jungman, que chegou aos 4.809 votos na eleição do ano passado, apresentou emendas ao Orçamento que totalizaram R$ 200.000,00, recurso esse a ser aplicado na terra das sete colinas.

O deputado estadual Izaías Régis, PTB, explicou que o dinheiro que vem para Garanhuns via José Chaves pode ser creditado também ao trabalho de Armando Monteiro. Segundo o parlamentar, houve um acordo entre os dois deputados federais, de modo a beneficiar o município. "Dr. Armando tinha direito a R$ 2 milhões no orçamento, que será distribuído por 40 municípios, daí a necessidade desse acerto com Zé Chaves", completou Izaías.

Já o prefeito Silvino Andrade, PMDB, admitiu ter tido pelo menos três conversas com José Chaves, em torno da apresentação de emendas ao Orçamento da União. O chefe do Executivo local acredita que Armando Monteiro colaborou, deixando o seu colega de partido livre na destinação de recursos para o município. "O importante é que venham os recursos", afirmou Silvino, preocupado com a polêmica.