Garanhuns, 08 de novembro de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO POLÍTICO

Roberto Almeida


OS IMPROVISOS DE LULA

Muita gente tem criticado os improvisos de Lula e cobram do presidente que falem como seus antecessores, por conta do cargo que ocupa. O líder petista, contudo, segue com os seus arroubos, desagradando a certos setores, mas satisfazendo o povão.

Foi assim quando bateu no judiciário e mais recentemente, quando chamou seus antecessores na presidência de covardes.

Lula, na verdade, incomodava quando era um líder sindicalista, de postura esquerdista, e continua pertubando por não vestir o figurino tradicional dos chefes de Estado.

É um presidente que ousa colocar um chapéu no MST na cabeça, que chupa pitomba em público e que diz de outros poderes o que o homem comum gostaria de dizer.

Certo ou errado, acredito que enquanto Lula for ele mesmo, um presidente que já passou fome e ainda hoje tem uma irmã trabalhando como merendeira, em São Paulo, restará uma esperança de que pode dar certo.

Se esquecer suas origens e passar a se preocupar com a liturgia do cargo, então será igual aos outros que criticou.


PESQUISA

O Instituto Contexto realizou uma pesquisa eleitoral em Garanhuns, no começo de outubro, e deu mais uma vez Bartolomeu (PTB) na cabeça. O ex-prefeito lidera as intenções de voto com 35%.


PESQUISA II

O resultado da pesquisa foi publicado no jornal Folha de Pernambuco. O segundo lugar ficou com Givaldo Calado, PPS, com 11,9%, seguido de Márcio Quirino, do PDT, que obteve 9,7% e Ivo Amaral, do PMDB, com 8,6%.


PESQUISA III

A Folha não divulgou, mas integrantes do grupo de Izaías confidenciaram que o promotor Alexandre Bezerra, do PT, apareceu na pesquisa com 7% e o advogado Jorge Branco, do PFL, obteve 5%. Foram os que mais cresceram em relação as pesquisas anteriores divulgadas na cidade.


ALIANÇA

A boa movimentação política do promotor Alexandre Bezerra e a sua ascenção nas pesquisas motivaram o deputado estadual Izaías Régis a defender uma aliança entre o PTB e o PT. Fechado um acordo, Bartolomeu poderia encabeçar a chapa, tendo Dr. Alexandre como vice.


REAÇÕES

Os petistas de Garanhuns, à frente Méviton Araújo, presidente do Diretório Municipal, reagiram à proposta de aliança entre o PTB e o PT. Ele reafirmou que o partido tem candidato próprio à prefeitura e disse que acordo só com os trabalhistas indicando o vice.


NEGAÇÃO

O ex-prefeito Bartolomeu Quidute negou que tivesse dado alguma declaração considerando fácil a sua vitória na eleição de 2004. A nota da última edição levou em consideração uma informação do repórter Thiago Correia. Segundo ele, Bartó teria dito que ninguém impediria sua vitória no próximo ano.


PRAÇA

Mesmo com toda crise, o prefeito Zé da Luz mudou radicalmente a cara de Caetés. A nova praça feita no centro da cidade está mesmo muito bonita. O mal do dirigente petista é que vive muito ausente do município.


DUDU

O nome do empresário Claudino de Souza, o Dudu, está sendo muito bem recebido em Capoeiras. Há poucos dias, o comerciante foi visto na missa de sétimo dia de Natércio Melo, brutalmente assassinado na cidade, em companhia de Carlos Batata, ex-prefeito Zezinho e Nilson Rodriges, presidente do Sindicato. Os dois últimos apoiaram Nenen e agora estão do outro lado.


GEDÉCIO

O Diretório do PDT local reagiu a uma matéria do Diario de Pernambuco que só incluiu o nome de Márcio Quirino como pré-candidato do partido à prefeitura de Garanhuns. Margarida Cardoso, presidente da legenda, enviou nota as rádios locais e ao DP lembrando que Gedécio também é pré-candidato e a decisão final caberá aos diretorianos. O DP teve de se desculpar.


DIFERENÇAS

Líder nas pesquisas feitas em Bom Conselho, o ex-prefeito Gervásio Matos não fala mal de Daniel Brasileiro quando dá entrevista em rádio. Prefere dizer que seu sucessor tem uma "visão diferente" dos problemas do município. Já o pefelista Walmir Soares não tem papas na língua e mostra que a administração de Dr. Daniel é um fracasso total.


DITADO

O economista Roberto Campos gostava de citar um ditado que vem como uma luva para as velhas raposas políticas locais fazerem uma reflexão: "Quem não sabe para onde vai, os ventos nunca ajudam".


ESCLARECIMENTO

O ex-prefeito de Capoeiras, José Soares de Almeida, o Zezinho, procurou o colunista para negar que recebia R$ 3.000,00 por mês da prefeitura, como informou Maurílio Rodolfo, o popular Nenen. Segundo Zezinho, um trator de sua propriedade prestava serviços ao município, com oito horas de trabalho diário, através de um contrato de R$ 1.700,00 brutos ao mês. "O combustível e o tratorista eram por minha conta e o prefeito rescindiu o contrato devendo cinco meses", disse Zé Soares, avisando que vai acionar Nenen na justiça.