Garanhuns, 25 de outubro de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

Estande da Alepe é sucesso na Bienal

Em um estande de 40 metros quadrados, a Assembléia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe) participou como expositora da IV Bienal Internacional do Livro, realizada no período de 4 a 12 deste mês, no Centro de Convenções. A iniciativa da Mesa Diretora visa divulgar para a sociedade tudo o que o Poder Legislativo vem produzindo, tendo como matéria-prima a informação.

Livros, jornais, vídeos institucionais e o site da Assembléia estiveram à disposição do público, que teve acesso a dados sobre a instituição e o Estado. Segundo o presidente da Alepe, deputado Romário Dias (PFL), informar a sociedade sobre as ações legislativas é a forma encontrada para garantir a transparência do Poder.

"A participação da sociedade depende do conhecimento que ela tem sobre o Legislativo. Além disso, é uma forma de a população exercer sua cidadania", destacou o presidente. Para o primeiro-secretário, deputado João Negromonte (PMDB), é função da Assembléia promover uma permanente aproximação com a sociedade. "O poder público só se legitima por meio do serviço prestado. É necessário que a população conheça o papel do Poder Legislativo", afirmou.

O visitante da Bienal encontrou, entre outros trabalhos, as Coleções Perfil Parlamentar - Século XX e Ícones Pernambucanos. A primeira corresponde a 22 biografias dos principais deputados que passaram pela Assembléia Legislativa no século passado, e a segunda conta um pouco da história da música, cinema, teatro, literatura, artesanato e esporte no Estado.

O Poder Legislativo disponibilizou, ainda, o acesso a três computadores. O usuário pôde conhecer o site da Casa (www.alepe.pe.gov.br), que está com um novo design e um conteúdo mais abrangente. Os visitantes assistiram, também, a vídeos institucionais sobre o trabalho de produção informativa, a história da Casa e do seu patrono, Joaquim Nabuco. O Coral Vozes de Pernambuco, da Alepe, também marcou presença na bienal. O grupo se apresentou, no dia 10 de outubro, no Centro Cultural.