Garanhuns, 25 de outubro de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
ESPECIAL
 

ESCOLA

A escola estadual São Félix de Cantalice, em Buíque, foi a unidade escolhida para dar início ao processo de interiorização do projeto Escola Aberta, em parceria com a Unesco.

A meta é implantar o programa em 65 municípios do Interior até o final do ano. Hoje, o Escola Aberta funciona em 400 escolas da Região Metropolitana do Recife. Foi implantado em 2002 e tem como objetivo reduzir os índices de criminalidade nas comunidades através da prática de atividades esportivas, cultura e lazer desenvolvidas dentro das escolas nos finais de semana. Pernambuco, ao lado do Rio de Janeiro, é pioneiro na implantação do projeto. Atualmente, estados como São Paulo, Minas Gerais e Bahia estão adotando o modelo.