Garanhuns, 25 de outubro de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Mulher quer ser dona de metade de Garanhuns

Uma senhora de 70 anos de idade, Severina Dias, ingressou na justiça com ações de inventário e demarcatória com imissão de posse, garantindo ter direito a uma área de 609 hectares, compreendendo praticamente todo o bairro de Heliópolis e uma parte do Indiano. Numa primeira decisão, o juiz Márcio Bastos reconheceu que a antigo Sítio Pau Amarelo era de propriedade de dona Severina, o que levou muita gente a imaginar que a mulher é dona de metade da cidade.

O assunto explodiu como uma bomba em Garanhuns, causando muita preocupação em centenas de moradores de Heliópolis e outros bairros da cidade. O promotor Alexandre Bezerra, que mora numa parte da cidade afetada pela ação de D. Severina, promoveu na última quinta-feira à noite, no auditório da Rádio Jornal, uma reunião com pessoas que estão apreensivas com essa questão. Segundo ele, ninguém corre o risco de perder o seu patrimônio, "até porque a ação ainda pode ser contestada". O prefeito Silvino Andrade divulgou nota oficial procurando tranquilizar a população a respeito da polêmica.