Garanhuns, 11 de outubro de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

Silvino demite diretora do Departamento de Cultura

Depois de uma gestão polêmica à frente do Departamento de Cultura do município, a cronista Waldéria Santana, que durante muito tempo editou o jornal O Farol, foi afastada do Centro Cultural na última quarta-feira, por ato do prefeito Silvino Andrade. A notícia foi dada no mesmo dia, logo cedo, pelo secretário de Turismo, Ivan Júnior, numa conversa informal numa repartição da cidade. O próprio chefe do Executivo, contactado pelo editor do Correio, confirmaria o fato.

A redação do jornal chegou a receber telefomenas anônimos, durante o período da manhã, ainda na quarta, com uma mulher atribuindo a demissão de Waldéria a desmandos administrativos no Centro Cultural. O prefeito Silvino, no entanto, negou qualquer fato mais grave envolvendo a funcionária e justificou sua decisão apenas explicando que não estava satisfeito com o desempenho da diretora de cultura.

Para responder interinamente pela direção do Departamento de Cultura, o prefeito Silvino Andrade nomeou o assessor administrativo Júlio César, pessoa de extrema confiança do grupo do Palácio Celso Galvão. A gestão de Waldéria na área cultural do município sempre foi muito questionada e por várias vezes se falou em sua saída. Silvino chegou uma vez a convidar o professor Carlos Janduy para assumir o posto e depois mudou de idéia. Segundo se comenta, a diretora tinha o respaldo sobretudo da primeira dama e secretária Aurora Cristina.