Garanhuns, 11 de outubro de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

COLUNA DE ULISSES

Ulisses Pinto


MONSENHOR ADELMAR - O clarividente projeto do vereador Augusto Acioli, representante do distrito de São Pedro, que muda da Praça da Bandeira para Monsenhor Adelmar Valença, teve unânime aprovação. Apenas falta a sanção do prefeito Silvino Duarte que ele mesmo escolheu a data (12 do corrente) para assinar no Salão Nobre após a missa na capela do querido Colégio Diocesano de Garanhuns, que completa 88 anos de sua fundação.

É mais uma homenagem póstuma ao inovável sacerdote que foi diretor do "Alto padrão de civismo e de glória", criado pelo cônego Benigno Lira, em 1915.

"Praça Monsenhor Adelmar Valença", é o nome sagrado e que mais além terá seu busto, quem sabe feito pela primeiro tenente da Polícia Militar, Telmira Branco, cujos genitores eram grandes amigos em São Pedro, do educador, do civilista, da figura humana, que durante 44 anos foi diretor do aludido educandário. Telmira Branco, na ativa, é bamba em fazer esculturas e acima de tudo, é garanhuense, nossa amiga e de invulgar valor.

Estamos orgulhosos do novo nome da praça, ser chamada de "Monsenhor Adelmar Valença", pois foi de nossa iniciativa a sugestão através do jornalzinho "Diocesano Sempre", trabalho escrito no dia 8 de agosto do ano passado, na Clinicor do ilustrado médico Lamberto Sales. Aliás, o próprio Augusto Acioli, conforme disse a este colunista, atendeu o justo pedido.

Parabéns, ao povo de Garanhuns, seus poderes legislativo e Executivo, professorado, alunos e ex-alunos, aos amigos do "padre Adelmar" e porque não se dizer aquí, do denotado diretor do "Diocesano", prof. Albérico Fernandes.


PETROBRÁS - Há dias, completou 50 anos de existência, a Petrobrás, criada no governo de Getúlio Vargas. Essa organização obteve nove bilhões de lucros no primeiro semestre deste ano.


SEUS NOMES - Sairão eleitos no vindouro ano o futuro prefeito e o seu vice. Eis os "falados nomes: Paulo Camelo, Ivo Amaral, Márcio Quirino, Givaldo Calado, João Inocêncio Filho, Alexandre Bezerra, Sivaldo Albino, Jorge Branco Neto, Luciano Zacarias, Gedécio Barros, Bartolomeu Quidute, Alcindo Bezerra e Luiz Carlos de Oliveira.

E a chapa vitoriosa? Respondemos: Lá para junho de 2004, poderemos acertar ou nào. As pesquisas, para este colunista, só serão consideradas também no mesmo período.

Na lista acima, há alguns nomes que não serão eleitos nem para vereador... Tá?


REFINARIA - O presidente Lula, após a aprovação das reformas da Previdência Social e da Tributária, dirá de público, onde vai ser construída a nova refinaria de petróleo. Achamos que será em Suape, em terras pernambucanas. Apostamos. A mesma poderá ter o nome de Abreu e Lima, que ajudou de armas na mão, a independência da Venezuela.


COLÉGIO MONS. ADELMAR - Assim como no querido "Diocesano", o Colégio Mons. Adelmar da Mota Valença, está também comemorando 47 anos de existência. É outra glória da família católica de Garanhuns, mormente nos setores da educação.

Dirige a Casa do Saber, a competente e querida irmã Cândida.


GIVALDO CALADO - Foi ótimo para a nossa comunidade, o projeto do vereador Givaldo Calado, que mudou o nome da Praça Guadalajara para a "Esplanada Cultural Guadalajara", se constituindo a nossa cidade, em uma das poucas cidades do Nordeste a contar com uma área tão bem planejada para a realização de seus eventos conforme publicada no jornal "Ação Parlamentar" do referido vereador do nosso Poder Legislativo. Foi mantido o nome de Guadalajara, que faz relembrar a vitória da nossa seleção em 1970, na querida cidade do México. O prefeito Silvino sancionou o projeto que se tornou a Lei nº 3219/03.


CENTRO ADMINISTRATIVO - Agora, ficou mais amplo e bom para o povo, a segunda eteapa do "Centro Administrativo Arlinda da Mota Valença", inaugurada pelo chefe do executivo Silvino Duarte. Tal terreno foi comprado ao Estado, em parcelas é localizado na antiga Ceagepe, pertinho da Praça Jaime Pinheiro e do paque Euclides Dourado, em Heliópolis.

Falaram entre outros, o prefeito Silvino Duarte, o dr. José Henrique Barros e Silva, que fez um histórico muito bonito a respeito da educadora Arlinda e financista da prefeitura durante anos a fio e o presidente da Câmara Sivaldo Albino. A parte religiosa coube ao Frei Joaquim, figura que eleva também a nossa eterna Garanhuns.

Muita gente na noite do dia três deste, prestigiou a festividade.