Garanhuns, 30 de agosto de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Entrevista
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

COLUNA DE ULISSES

Ulisses Pinto


AGRACIADOS - Numa reunião solene sob a presidência do vereador Sivaldo Albino, às 19:40 do dia 25 de agosto, o Poder Legislativo fez a entrega de títulos de Cidadania Honorário de Garanhuns aos médicos Lamberto Bezerra Sales, Valter Mário Moreira Lage, Valmir Leal Barros e Irene Amélia Leal Barros, esta esposa do último.

Todos são figuras queridas nesta cidade, que residem há muitos anos e que prestam admiráveis serviços.

O dr. Célio Vilar Cabral, um dos agraciados não compareceu por motivo de estar adoentado.

Todos os que receberam os títulos falaram ao público, inclusive autoridades convidados e entre elas, o prefeito Silvino Duarte.

O ex-vereador Eraldo Caxiado apresentou o projeto ao Dr. Lambert e o vereador Paulos gomes, foi o autor de outro ao médico Valter Moreira Lage.

Já o ex-vereador Mauro Lucélio Peixoto Acioli, foi o autor do projeto que concede o título ao Dr. Célio Vilar, que não pôde comparecer.

Em nome da Câmara, discursaram os vereadores Aldemiro de Medeiros Aguiar e o próprio presidente da Câmara, Sivaldo Albino.

A sessão começou com o canto do Hino de Garanhuns. Um coquetel foi servido aos convidados pela Ângelus Recepções.


POLÍTICA DO PFL - Ao que parece, não houve união para uma chapa própria para o novo diretório municipal de Garanhuns. Por isso, o presidente será o dr. Jorge Branco Neto. Ivo Amaral, não aceitou a chapa que vai fazer o filho do dr. Tinoco Machado de Albuquerque, presidente do PFL deixar o partido. Estamos publicando isto por causa de uma nota política do Jornal do Commercio.

Não sabemos qual será o novo partido do ex-prefeito local Ivo Amaral. Ele tem cargo de confiança do Governo Jarbas Vasconcelos.


HOMENAGENS - Durante as solenidades militares organizadas pelo Comando militar do Nordeste (Recife), na manhã do Dia do Soldado (25 de agosto), este colunista entre outros, foi agraciado com o título de "Colaborador Emérito do Exército", assinado pelo atual Cmt do CMNE, general Roberto J. Câmara Senna. O general Mainard Marques de Santa Rosa, Cmt. Da 7º Região Militar e 7º DE, fez questão de entregar pessoalmente o importante diploma, nesse dia de comemorações ao Bi-centenário do nasceimeneto do Duque de Caxias.

As aludidas solenidades ocorreram no pátio da aludida Região Militar por ser mais amplo.

Houve desfile de mais de mil soldados das guarnições do exército em Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes.

Estiveram preseentes, os generais Nilson Caldas Annanias, Cmt da 10º Brigada de Inf. Motorizada, que recentemente assumiu este cargo e o general Paulo, chefe do estado maior do CMNE.

Komatsu, o capitão de mar e guerra da marinha Roberto Carvalho de Medeiros, Cmt da Capitania dos Portos (Recife), major brigadeiro do Ar. Cmt. Do II Comar, o coronel ant. Da PM, Weldon Rodrigues Nogueira e o coronel Cmt do Corpo Militar deste estado Ricardo A. Santana. Como sempre, presente o coronel Iram Pereira, Chefe da Casa Militar, representante o Governo do Estado. A Câmara do Recife, esteve representada pelos vereadorees Cel José Alves de Oliveira e Carlos Alberto Gueiros. O dr. Cláudio Borba, presidente da Associação dos ex-alunos do CPOR, compareceu também na grande festa cívico militar em homenagem ao grande vulto do exército, o Duque de Caxias.

Muitas medalhas foram entregues a pessoas ligadas a Força Terrestre, com referência ao Bi-Centenário de nascimento do Duque de Caxias, enaltecido pelo general Câmara Sena, Cmt do CMNE e leitura da "Ordem do Dia", pelo general Comandante do Exército, Francisco Roberto de Albuquerque, que terminou assim: "Este é o patrono do exército Brasileiro, desde sempre entre nós".

Pelas 18 horas, o deputado Romário Dias, numa sessão solene em homenagem, como presidente do Poder Legislativo discursou para os presentes bem como os deputados soldado Moisés e Sebastião Rufino, este reformado como Coronel da PM.

Durante a solenidade o deputado Romário Dias fez referências ao autor desta coluna, pelos seus 61 anos de imprensa, fomos aplaudidos do pequeno soldado ao quatro generais presentes, tendo usado da palavra o maior deles, Câmara Senna, sobre Caxias e a homenagem prestada ao Exército pela Casa de Joaquim Nabuco. Foram tocados os Hinos do Brasil e de Pernambuco.