Garanhuns, 02 de agosto de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Entrevista
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

NOTAS DE BRASÍLIA

Alexandre Marinho


Há dois anos atrás, quando decidi mudar pAra Brasília, tinha combinado com o amigo Roberto Almeida que, vez por outra, ficaria mandando algumas notícias do Planalto Central para este jornal, que, diga-se de passagem, tem sobrevivido com uma bravura feroz e prestado relevantes serviços ao nosso querido Agreste.

Os afazeres e a preguiça, entretanto, me impediram de cumprir tal promessa.

Agora, que o trabalho tá mais maneiro, a preguiça passou e a saudade apertou, criei vergonha e comecei a burilar algumas notinhas, com o intuito de passar algumas informações sobre o que está acontecendo em Brasília, e ainda de levantar algumas questões daquelas que às vezes deixam a gente com a garganta meio entalada.

Vai ser uma espécie de sopa-de-resto-de-feira-de-ceasa, onde o leitor vai encontrar de tudo, dependendo do astral do redator.

Portanto, para que não me chamem de intruso, dou duas batidas na porta e peço licença aos neocolegas que nele já se encontram: meu irmão-por-consideração Paulinho Gervais, o humanista e grande amigo Jesus Campelo, o polêmico e inteligente Marcos Cardoso, o Mestre Ulisses Pinto, o multiartista Carlos Janduy, o irreverente-porém-sincero Raulzito, o arquivo-vivo José Rodrigues, o amigo-genial Rocir, a competente Núbia Kênia, a minha querida Kitty Alves, enfim, a todos os amigos participantes deste veículo de comunicação que vem se transformando, cada vez mais, na cara de Garanhuns. Então, lá vai.


PARABÉNS - Estão de parabéns todos os que direta e indiretamente participaram da organização do XIII Festival de Inverno. Garanhuns foi show, mais uma vez. Só uma observaçãozinha: pelos meus cálculos, daqui mais uns dois ou três anos, o Festival de Inverno chega ao Recife. Tô certo ou tô errado? E já tenho até uma sugestão para o nome da Festa no próximo ano: Circuito do Frio, Morno, Quente ...


CRISE GERAL - Para aqueles que pensam que somente a Terrinha é que está em crise, lá vai um bom consolo: em Brasília, cidade de maior renda per capita do país, 11% do comércio varejista fechou suas portas, somente nos primeiros seis meses deste ano.


ODONTOLOGIA - Outro dia, conversando com alguns diretores da Faculdade de Odontologia de Pernambuco, sondei e ouvi deles o seguinte: é bem mais fácil do que a gente pensa se conseguir a implantação de uma extensão desta Faculdade para Garanhuns. Só precisaria de uma coisa: um ofício do Prefeito ao Reitor da UPE. Falei isto para o Prefeito e para o Presidente da Câmara e ambos me disseram que iriam correr atrás, rapidinho. Tomara que dê certo!


MSOQUE - O MST até que tava indo direitinho. Conquistando tudo o que queria, inclusive o apoio de toda a sociedade. Só que, graças à vaidade intelectual e burrice política de seus dirigentes, já começaram a fazer m... Já sei onde vai terminar: depois de muita porrada no pé do ouvido, tudinho no xilindró. Existe uma enorme diferença entre "invadir terras improdutivas" (que tem até respaldo constitucional) e "acabar com os fazendeiros" (que é DESNECESSÁRIO banditismo). Que Deus os oriente, enquanto é tempo.


VOCÊ SABIA... - Que, enquanto o Ceará está exportando flores para a Holanda, Garanhuns está importando flores de Caruaru? ... PELAMORDEDEUS, o que é que falta para o setor de floricultura decolar, em nossa Cidade?


SAUDADES - Vou revelar pra vocês de quem é que eu mais sinto saudades aqui em Brasília: das praias de Pernambuco, dos bons amigos e de uma boa farra com o Boi da Macuca. Não sinto (muito) dos familiares, porque falo com eles quase toda semana. Até a próxima...