Garanhuns, 02 de agosto de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Entrevista
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Zona Azul começa dia 11

Núbia Kênia


Dentro de nove dias, começa a funcionar, no centro de Garanhuns, o sistema de estacionamento rotativo, denominado Zona Azul, com a finalidade de melhorar a questão do estacionamento no centro da cidade, pelo aumento da rotatividade de veículos em cada vaga disponível.

O sistema, criado pela Prefeitura Municipal, vai abranger a av. Santo Antônio e todas as ruas paralelas e perpendiculares a ela, desde a Av. Dantas Barreto até a Rua Siqueira Campos. Nesta primeira fase a Rua Quinze de Novembro e Rua Dr. José Mariano não foram incluídas no sistema, ficando para a segunda etapa, que está programada para o próximo ano. Já a rua Ari Barroso, nas proximidades da antiga Telpe, não terá Zona Azul por causa do grande número de oficinas instaladas naquela área, porém, do outro lado, mas precisamente atrás do INSS, o sistema será aplicado, segundo informações do secretário Municipal de Serviços Públicos, Trânsito e Transporte, Paulo Barbosa Filho.

Em relação ao estacionamento para motos, o secretário explica que a Zona Azul não contempla estacionamento para moto, já que é gratuito. Porém, os motoqueiros terão que procurar os locais chamados de "ilhas", para parada das motos, que estão sendo criados nos retornos da av. Santo Antônio, e em outros pontos.

A tarifa praticada no sistema será única, os seja de R$ 1,00, tanto para as vagas com tempo de permanência duas horas ou as de quatro horas."O horário de funcionamento do estacionamento Zona Azul será de segunda a sexta-feira, de 7 às 19 h, e nos sábados de 7 até 13 h, sendo que domingo e feriado o estacionamento será livre. O motorista que exceder o limite da hora, indicados nas placas de regulamentação do sistema, estará sujeito as penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB)", adianta, Hermógenes Souza, da Empresa BHJ PARK, com sede em Recife, que está implantado a Zona Azul na cidade.

Sobre os chamados "flanelinhas" que circulam diariamente no centro de Garanhuns, o Paulo Barbosa antecipa, que os mesmos estão passando por uma capacitação, através de uma associação criada recentemente, para trabalharem vendendo bilhetes, os quais ganharão 10% por cada bilhete vendido.

A Empresa BHJ PARK, fará a fiscalização dos estacionamentos rotativos, mas não terá o poder de notificar os usuários. Para isso, a Prefeitura Municipal está fazendo um convênio com a PM, que poderá fazer a notificação, e repassar para o Detran.

Os carnês ou cartões para estacionamento terão prazo indeterminado para utilização, e podem ser adquiridos em 30 pontos de vendas cadastrados e espalhados pela cidade, devidamente identificados. O usuário pode optar por comprar um carnê, composto por dez cartões, ou cartões avulsos.

Ainda de acordo com o secretário de Trânsito de Garanhuns, a renda obtida na Zona Azul será revertida em prol do próprio trânsito da cidade, para melhorar as ruas e a sinalização. "Além disso, a Empresa BHJ PARK está gerando 10 empregos diretos, mais os 30 postos de vendas, que também receberão 10% das vendas dos bilhetes", acrescenta.

Com relação aos carros de lotação que fazem transporte para cidades circunvizinhas e que têm seus pontos localizados em algumas ruas que terão estacionamento rotativo, Barbosa informa que foi feito um cadastramento de todos os veículos, tendo sido destinada uma vaga para cada condutor fora da área de Zona Azul, um pouco afastado de onde estão, hoje, em locais que serão identificados por placas. "Na próxima terça, teremos uma reunião com um motorista representante de cada cidade, no Centro Administrativo, para então estabelecer as regras que serão utilizadas. Paralelo a esse trabalho, tem um trabalho muito interessante, pois teremos dados estatístico, preciso, da quantidade de veículos que chegam no centro da cidade, seja de Garanhuns ou de outras cidades", esclarece o secretário.

Praticamente todos os locais de Zona Azul estão prontos, com as devidas placas de sinalização. Para maiores esclarecimentos, as pessoas poderão procurar o escritório da Empresa BHJ PARK, no horário comercial, situado na Rua Cabo Cobrinha, 132, centro de Garanhuns.