Garanhuns, 21 de junho de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO CULTURAL

Carlos Janduy


Festival de Inverno

A programação do 13º Festival de Inverno em Garanhuns, anunciada oficialmente no último dia 16, não teve maiores surpresas, já que a maioria das atrações especuladas foi confirmada. Quanto a logomarca deste ano, prefiro não tecer comentários; apenas esperar que aquelas flores tenham mais que um sentido óbvio, exalem o perfume suave, sem perder a contundência do que melhor existe na arte e na cultura.

Pela preocupação demonstrada pelos principais responsáveis do evento, em relação as verbas empregadas, muita gente chegou a pensar que iria acontecer uma perda bem maior, no que se refere aos verdadeiros objetivos desse Festival. Confesso que, mesmo imaginando o quanto é alto o custo, o valor anunciado pelo próprio Presidente da FUNDARPE para realização do evento, achei surpreendente, e mais ainda, depois de tomar conhecimento da programação e não ver mais nomes, considerados de peso, no mega palco da Esplanada Guadalajara, que, sem sombra de dúvida, atrairiam muito mais turistas, para deixarem seu rico dinheirinho em nossa cidade. Como já disse em outras oportunidades, o Festival de Inverno não é apenas o que se ver na praça de eventos. Portanto, considerando que a descentralização maior da festa, nesses últimos anos, foi por demais positiva e que o Festival deve ser visto como um todo, não posso considerar sensata a crítica expressa apenas por pedras pontiagudas. Claro que queremos e torcemos sempre que o Festival cresça a cada ano e que a divulgação desse evento seja repensada, ou melhor, levada muito mais a sério, para que muito mais frutos sejam colhidos e a verdadeira consolidação exista, fazendo valer o que a própria Assessoria de Comunicação da FUNDARPE diz na apresentação da programação oficial do 13º FIG: "O Festival de Inverno de Garanhuns (2003) chega a sua 13ª edição consolidado como um dos maiores festivais do gênero no Brasil".

Cada um tem o direito de falar o que achar que deve. E "gosto não se discute". Portanto, esse rápido comentário que ouso fazer, não esquecendo das minhas limitações e torcendo para ser compreendido, encerro dizendo com as maiores das boas intenções: que bom que esse Festival existe e é realizado em Garanhuns.



Na próxima edição, pretendemos passar para o caro leitor, tudo que pudermos sobre os artistas de Garanhuns que estarão se apresentando no Festival de Inverno deste ano. Por enquanto, destacamos da programação oficial os nomes e os seus respectivos locais e horários, para que desde já façamos o que manda o bom senso: apoiar e valorizar nossos artistas, não só porque são da terra, mas porque merecem!

Praça Guadalajara:
Dia 11 de julho (sexta-feira) - 21:00 horas: Auderjan.
Dia 17 de julho (quinta-feira) - 21:00 horas: Estado Suicida.

Parque Euclides Dourado
(Palco Forró):
Dia 11 de julho (sexta-feira) - 00:00 hora: Forró Site.
Dia 12 de julho (sábado) - 00:00 hora: Forró Pesado.
Dia 18 de julho (sexta-feira) - 24:00 horas: "Muendas" de Pernambuco.

Parque Ruber van der Linden
(Palco Instrumental):
Dia 15 de julho (terça-feira) - 18:00 horas: Bandolin Fusion.

Teatro Luís Souto Dourado
(Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti):
Dia 12 de julho (sábado) - 10:30 horas: Folia dos Três Bois (espetáculo infanto-juvenil) - Grupo Diocesano de Artes; texto: Sylvia Orthof; direção: Sandra Albino.
Dia 12 de julho (sábado) - 19:00 horas: A Décima Oitava Hora (espetáculo adulto) - Grupo Órion; texto e direção: Gerson Lima.


"No Clima do Festival"

Desde o último dia 17, estamos apresentando pela Marano FM, No Clima do Festival - Ano II, que tem produção deste colunista e do jornalista Roberto Almeida e supervisão de Tony Duran, indo ao ar de segunda a sábado, às 11h20min e 15h20min. O programa, que tem 20 minutos de duração, além de tocar os artistas que se apresentarão na próxima edição do grande evento, busca levar aos ouvintes, através de entrevistas e informações precisas, tudo sobre o 13º Festival de Inverno de Garanhuns.

Aproveitamos a oportunidade para dizer que o espaço está aberto para todos aqueles que, de uma forma ou de outra, estão envolvidos com o Festival.

Assim como no ano passado, o programa vai até o último dia do evento, devendo aumentar seu tempo de duração durante todo o período da programação oficial do FIG.