Garanhuns, 24 de maio de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Entrevista
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

Izaías critica taxa de iluminação pública

A taxa de ilumicação pública cobrada no município de Garanhuns é a maior do Estado. Baseado nesta afirmação, o deputado Izaías Régis discursou no pequeno expediente da Assembléia Legislativa abordando o assunto. A denúncia foi confirmada através de comparações com outras cidades realizadas junto à Celpe.

A contribuição é cobrada através de um percentual do consumo de energia elétrica. Uma empresa que tenha consumido 1001 Kw/h durante um mês, por exemplo, pagaria, em Garanhuns, uma taxa equivalente a 58,98% do consumo, ou seja, R$ 55. Se estivesse estabelecida em Caruaru, a empresa pagaria uma
contribuição de 35%. Em Olinda, 18,70%, e, em Recife, 16,88%.

De acordo com a Celpe, todo o valor arrecadado pela concessionária é repassado para o município, que se encarrega com a manutenção da iluminação pública. Indignado, o parlamentar considerou o percentual absurdo, e acusou o poder executivo de exercer abuso de poder.

"Onde esta contribuição está sendo utilizada? E porque a população de Garanhuns tem que se submeter a esta cobrança abusiva? Com este procedimento, o prefeito está impedindo o desenvolvimento da cidade, dificultando a instalação de indústrias e empresas de grande porte, que ofereceriam maiores oportunidades de emprego ao povo", afirmou Izaías.