Garanhuns, 24 de maio de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Entrevista
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

HUMOR

Raulzito


Os radicais do PT

Eu só estudei até a 2ª série do segundo grau, mas ainda lembro que nas aulas de química tinham uns tais de radicais livres. Confesso que nunca entendi o assunto e é mais ou menos o que acontece agora com essa turma de porrinhas loucas do PT.

Qual é a do Babá?

Antes dele o único Babá famoso foi o Ali, aquele dos 40 ladrões, que por sinal era bem esperto e se estivesse no Congresso daria menos trabalho ao Lula do que os 300 picaretas que ainda hoje infestam a Câmara Federal.

A Heloísa Helena é outra que nem Freud explica. Dizem que o problema dela é falta de macho, contudo acho que essa afirmativa é coisa de nordestino preconceituoso e não creio que uma explicação simplista dessa resolva essa curiosa equação política.

A Luciana Genro, mesmo tendo o seu papai bem empregado no governo de Lulinha Paz e Amor, faz parte do grupo dos três mosqueteiros e disse que não vota na reforma da previdência nem se tirarem Genaro Braga da superintendência do INSS de Pernambuco.

Acho que os radicais do PT poderiam, caso sejam expulsos do partido, trabalhar com Renato Aragão, e assim continuariam a ocupar largo espaço na mídia.

Também seriam excelentes no Big Brother 4, cada um mais ativo do que o outro para ganhar os 500 mil de prêmio oferecidos no final do programa.

Se eu fossse vereador de Garanhuns, apresentaria na Câmara Municipal um requerimento pedindo um voto de aplauso para Babá, Heloísa e Luciana. Depois solicitaria que fosse concedida a esta trinca de três o título de cidadania local.

Com esse gesto, conseguiria que os três viessem a Suíça Pernambucana e assim iriam conhecer a nossa Garanheta, o Festival de Inverno, o Pau Pombo, o Cristo do Magano, o relógio de Flores e o cabaré de Maria Gorda.

Já pensou, Cacau conversando com Babá sobre o Governo Silvino? Imagine aí a Margarida Cardoso trocando umas idéias com a Heloísa Helena e dona Aurora falando do Movimentação é Atitude pra Luciana Genro... Quanta divulgação teríamos, não é mesmo?

Imediatamente seria convocada uma audiência pública no fórum da cidade, com a presença do promotor Alexandre Bezerra, da Dra. Marinalva, do Conselho Tutelar, do comandante do 71 BI e do Batalhão, do secretário Ivanzinho Jr., de Geraldo do bloco o Bicho e da competente imprensa local, a começar pelo Aluízio e o Fernandinho desde pequenininho.

Nessa reunião, seriam discutidas as reformas do governo petista e também os problemas mais sérios do município.

- Babá, o que você acha da reforma da Avenida Rui Barbosa?

- Sou contra. O serviço feito pela prefeitura atende aos interesses imperialistas e nós do PT não podemos concordar com isso.

- Luciana e você, como vê essa reforma da Praça Guadalajara?

- Isso aí é um trabalho neoliberal que serve aos interesses capitalistas. Sou contra.

- Senadora Heloísa Helena, a senhora acredita que a cidade está no rumo certo?

- Errado. Vim a Garanhuns e disseram ser aqui a cidade das flores. Não vi rosas, nem cravos, margaridas ou hortênsias por aí. Só pedra portuguesa. Acho que vocês devem mudar o título e começar a vender outra imagem do lugar. "Garanhuns a cidade das pedras portuguesas ficaria melhor"...

Cacau com certeza iria aplaudir a fala dos três deputados, entregaria a eles um dossiê com todos os requerimentos apresentados na Câmara e pediria uma ajudazinha para a indenização de 100 salários-mínimos que vai ter de pagar ao prefeito.

Ai, os radicais do PT. Se chegaram por aqui, coitado do prefeito, coitado do Ivan Júnior. Não vão ter mais sossego.