Garanhuns, 12 de abril de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Entrevista
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

REPÓRTER DA CIDADE

Marcos Cardoso


INSS I - Mobilização geral de toda a classe política de Garanhuns e daqueles que aqui tiveram votos para que a Gerência Executiva do INSS não deixe nossa cidade, sendo incluída na lista das treze que serão desativadas pelo ministério da Previdência Social, como medida de economia. Não devemos permitir que garanhuns pase a ser a cidade que já teve Gerência Executiva do INSS.


INSS II - Assim que tomou conhecimento da possível desativação da Gerência Executiva do INSS de Garanhuns, o ex-superintendente do órgão em Pernambuco, José Tinoco, que estava em Brasília, tomou a iniciativa de fazer sua parte e entrar em contato com o ministério da Previdência Social, fazendo ver os prejuízos que tal medida traria para nossa cidade, região e para o próprio atendimento prestado pelo INSS.


NOVO SUPERINTENDENTE - Garanhuns está de parabéns com a indicação do médico urologista e ex-vereador Genaro Braga de Almeida para o cargo de Superintendente do INSS em Pernambuco. Mais um reforço na luta contra a desativação da Gerência Executiva Regional.


O POVO QUER SABER - Quando será instalado em Garanhuns o escritório do BNDES, que serviria como órgão de apoio aos pequenos empresários e fomentação do desenvolvimento econômico no agreste meridional, anunciado ano passado, pelo então candidato a deputado estadual Izaías Régis?


O POVO AGRADECE - O plantio das palmeiras imperiais na Esplanada Guadalajara e a limpeza feita na praçinha do Mosteiro de São Bento.


UMA VERGONHA - Três dos quinze vereadores garanhuenses têm filhos atendidos pela APAE. Apesar disso, ainda não tiveram a iniciativa de apresentarem uma proposta para que a Câmara Municipal destine, mensalmente, uma verba para ajudar aquela instituição que há 33 anos presta atendimento a mais de 350 crianças do agreste, inclusive os filhos deles. Uma vergonha.


SEGURANÇA PÚBLICA - Apesar do esforço anunciado nas emissoras de rádio para diminuir a criminalidade em nossa cidade, a população de Garanhuns espera mais das polícias civil e militar, inclusive que sejam mostrados os assaltantes que estão sendo presos e tirados de circulação.


FESTIVAL DE INVERNO - Que ninguém espere grandes novidades em termos de investimento do Governo do Estado para o Festival de Inverno de Garanhuns este ano. O presidente da FUNDARPE, Bruno Lisboa, que esteve na cidade recentemente, anunciou que haverá um corte de 50% na verba e espera que o povo entenda. Será que as outras etapas do Circuito do Frio também serão afetadas ou só o nosso festival?