Garanhuns, 15 de março de 2003
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Entrevista
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO POLÍTICO

Roberto Almeida


CARNAVAL

Durante o Carnaval de São João, mais de 50% dos presentes eram moradores de Garanhuns. Teve uma hora que o locutor perguntou quem era da Suíça Pernambucana e foi um espetáculo, boa parte do público levantando a mão.


PRESIDENTE

Até o presidente da Câmara de Vereadores de Garanhuns, Sivaldo Albino, foi fazer política em São João, durante o Carnaval. Sentou em barraquinha, cumprimentou eleitores e defendeu a idéia de nossa cidade também realizar uma festa daquelas.


APRENDER

Na verdade, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ivan Júnior, bem que poderia ter comparecido também a festa da cidade vizinha. Iria aprender como colocar o povo na rua e no próximo ano não teríamos meia dúzia de gatos pingados no Pólo Heliópolis. Ou será que Ivan esteve lá?


NATAL

Mas já que ainda estamos falando de Carnaval, vamos registrar: o prefeito Silvino Andrade ficou por aqui mesmo, na santa paz, já que não havia barulho nenhum na cidade. O deputado Izaías Régis, com mais alguns amigos, foi para Natal, pegar uma praia, que ninguém é de ferro.


ALIANÇA

Uma aliança entre as igrejas católica e evangélica é possível na eleição de 2004, aqui em Garanhuns. É que o grupo de padre Carlos e Gedécio Barros andaram conversando e o vereador está entusiasmado com a turma da batina. Tem gente que defende abertamente o nome do parlamentar como vice do religioso.


CORDEL

E para quem ainda duvida das intenções do padre Carlos, depois dos calendários foi lançado um cordel divulgando a pré-candidatura do ex-paróco da Boa Vista. "E o povo do padre espera/Na segurança da fé/Um tempo novo que venha/Acredite se quiser/Mas Garanhuns será outra/Na vinda de Carlos André", diz um dos versos do livreto.


DESAGRADO

Muita gente do grupo de Izaías Régis não gostou da reportagem revelando a estrutura do gabinete do deputado do PSB. Já o pessoal de Silvino adorou. O ano passado foi o contrário: a turma do prefeito detestou a edição com a pesquisa mostrando que o candidato socialista ia ser o mais votado na cidade, enquanto os correligionários de Izaías festejaram os números da Consulte publicados no Correio. Ora a gente desagrada um, ora o outro. Importante é agradar a maioria dos leitores.


NO GRUPO

O administrador Alfredo de Góis, citado na reportagem sobre a montagem do gabinete de Izaías, informa que ainda está no grupo do deputado e garante que nunca pleiteou cargo na Assembléia Legislativa. Quanto à matéria em si, diz que não há o que contestar, "são fatos públicos que qualquer um pode ter acesso e divulgar".


PAIZÃO

Criticado pelo comerciante Ivan Gomes, o ex-prefeito José Inácio disse que nunca falou mal de ninguém, apenas relatou fatos, "contra os quais não há argumentos". Segundo Zé Inácio, um pífano confeccionado com material impróprio só poderia emitir sons grosseiros e inconsequentes. "A crítica mais parece um incensamento, do que um ato de solidariedade de um pai agradecido ao patrão do seu filho. Essa é talvez a moral da história", observou o ex-prefeito de Garanhuns.


ANIVERSÁRIO

Antigos amigos e aliados do prefeito Silvino Andrade não estiveram presentes à festa de aniversário do chefe do Executivo local. Dentre os ausentes, destaque para o ex-deputado José Tinoco, ex-secretário Jorge Branco, vice-prefeito Márcio Quirino, além dos vereadores Givaldo Calado, Daniel Silva, Augusto Acioly e João Inocêncio.


FÁCIL

Silvino estava alegre, no dia do seu aniversário e disse a um grupo que o cercava que será fácil fazer o sucessor no próximo ano. O candidato, segundo ele, não será Aurora e sim um político experiente e respeitado aqui do município. Ponto para Ivo Amaral, que estava presente à festa.


ENTREVISTA

Se dependesse do ex-prefeito Bartolomeu Quidute o deputado Izaías Régis teria cancelado a entrevista que deu para o Jornal Marano, sexta-feira depois do Carnaval. Não conseguiu e teve de ouvir o parlamentar falar mal do radialista Marcos Cardoso e Alfredo de Góis, este último uma pessoa que lhe é muito próxima.


CHAPA FECHADA

Tem gente do grupo de Silvino achando que a chapa do grupo de Izaías já está fechada para 2004: Bartolomeu candidato a prefeito tendo o ex-secretário Jorge Branco como vice. O filho do ex-deputado José Tinoco, porém, pretende mesmo é disputar a prefeitura.


INTERROGAÇÃO

Entrevistado pelo instigante repórter Tiago Correia, o deputado Izaías Régis deixou uma interrogação no ar: disse que não é candidato a prefeito em 2004, a não ser que as pesquisas apontem seu nome como o único do grupo capaz de vencer a eleição. É candidato ou não?


MÁGOA

Uma fonte disse ao Correio que o comerciante Ivan Gomes tem mágoas de Bartolomeu porquê no seu governo o ex-prefeito não arranjou um emprego para Ivan Júnior, hoje bem empregado por Silvino. Essa seria a vereadeira razão porque o empresário acha o atual prefeito o tal, ao mesmo tempo que classifica Bartó e Zé Inácio como ruins administradores.