COLUNAS

 

CORREIO POLÍTICO

Roberto Almeida


NOVIDADE

O Partido Liberal, PL, que elegeu o vice-presidente da República, o senador José Alencar, em coligação com o PT de Lula, começa a se mexer também em Garanhuns. Os liberais, que elegeram o soldado Moisés deputado estadual e deram uma boa votação ao capitão Feitosa para federal, preparam a candidatura do soldado Gabriel à Câmara dos Vereadores. O homem já tem até adesivos nos carros dos companheiros de farda. Pelo jeito vai ter um caminhão de votos.


PREFEITO

O Partido Liberal em Garanhuns quer não apenas eleger um vereador ou uma bancada completa. Sonha também com a prefeitura. O candidato preferencial desse grupo é o promotor público Alexandre Bezerra, que faz um trabalho impecável no município como representante do Ministério Público. Agora, se o Dr. vai topar ou não a parada só ele pode responder.


AUDIÊNCIA

A audiência do Jornal Marano estourou nos últimos dias. A série de reportagens do noticiário discutindo se os padres devem entrar ou não na política virou o assunto da semana na cidade. Principalmente quando Izaías Régis, dentro do seu estilo de quem não "tem papas na língua", bateu duro na pretensa candidatura de padre Carlos André.


RETRÓGRADO

Se Izaías bateu duro no padre, que no seu entender até hoje "não fez nada pela cidade", o jornalista Almir Alves fez pior ainda com o bispo, a quem acusou de ser retrógrado e querer estabelecer uma nova inquisição em Garanhuns. A fala de Almir foi repudiada por setores católicos que gostam de Dom Irineu e acham que lugar de padre é só na Igreja.


PROJETO

O projeto de Zé da Luz é disputar a eleição em Garanhuns, mas um aliado seu confessou ao colunista que o prefeito de Caetés se contentaria com uma vice na Suíça Pernambucana. "Ele quer mesmo é ser deputado", disse.


COMPLICAÇÃO

Dentro de seu plano de se projetar em Garanhuns para ser prefeito ou deputado, Zé da Luz pode deixar ao filho a tarefa de disputar a eleição em Caetés. Nesse caso, segundo os próprios aliados do petista, corre o risco de perder a eleição para Lindolfo.


CODEAM

O prefeito de Capoeiras, Nenen, que será o vice de Antônio João Dourado na Codeam, acredita que o seu colega de Lajedo poderá fazer alguma coisa pela Comissão de Desenvolvimento do Agreste Meridional. Na opinião do político capoeirense, Silvino Andrade deixou muito a desejar como presidente da entidade "porque nunca deu atenção aos municípios pequenos".


OPINIÃO

Na opinião de um respeitado profissional de comunicação da cidade, ligado ao deputado eleito Izaías Régis, políticos ligados ao próprio prefeito Silvino Andrade criaram o fato que colocou em rota de colisão o secretário Jorge Branco e o radialista Fernando Rodolfo. É que o grupo tem três ou quatro pré-candidatos à prefeitura e interessaria desestabilizar o filho de José Tinoco. Instrumentalizar jornalistas, radialistas e profissionais de imprensa é uma velha prática das raposas políticas. Quem é novo no ramo cai fácil, fácil.


VITÓRIA

Depois da estrondosa vitória do colégio Santa Joana D'Arc na campanha Ação 10, promovida pelo Grupo Pérola, ninguém mais em Garanhuns duvida da liderança da professora Maria Almeida. A mulher é uma máquina e em 2004 não faltarão políticos paparicando sua força na Cohab II.


REFORMA

Margarida Vieira, secretária de Tranportes de Garanhuns nos dois governos de Silvino Andrade, deixa o cargo agora no final do ano, com a reforma administrativa aprovada na Câmara. E não conseguiu implantar a zona azul, anunciada tantas vezes. O centro da cidade continua uma balbúrdia.


COMUNICAÇÃO

Na citada reforma administrativa do Executivo Municipal foi criada a Secretaria de Comunicação. Entrevistado no Jornal Marano, há poucos dias, o prefeito reconheceu no ar que o governo, no segundo mandato, não estava se comunicando bem com a população. Concordo plenamente, o prefeito pode até ter queixas de Marcos Cardoso, mas que no tempo dele a coisa funcionava melhor, disso não tenho a menor dúvida.


PRESIDENTE

João Inocêncio foi um bom presidente na Câmara Municipal e promoveu uma festa impecável quando há 15 dias distribuiu títulos da cidadania e medalhas com personalidades locais que realmente mereciam ser homenageadas. Na referida solenidade, por sinal, quem brilhou mesmo foi "Bacalhau", folclórico torcedor do Santa Cruz e agora cidadão de Garanhuns.