COLUNAS

 

COLUNA DE ULISSES

Ulisses Pinto


OLHO GRANDE - O governo militarista dos Estados Unidos, segundo informe de Bueno Aires desta semana, antes mesmo do Congresso Nacional da Argentina, aprovar ou não, "tropas especiais dos Estados Unidos na província de Missiones, fronteira com o Brasil", já chegaram por lá.

O presidente da Argentina, Eduardo Duhalde, assinou mensagem "que autoriza a entrada"em seu território. A nosso ver, isto é uma verdadeira "intervenção".

A justificativa "é para capacitar a polícia fronteiriça argentina, um trabalho que será feito pelos Boinas Verdes do Comando Sul do Exército americano".

O informe diz que foram feitas tais manobras em outubro do ano em curso (localidade de Salta). A outra será em abril do próximo ano.

Vejam bem, senhores leitores deste jornal independente, o verdadeiro objetivo dos "galegos americanos"- "As chamadas "capacitações" é uma desculpa no que diz respeito a técnicas e uso de equipamentos bélicos naquela paragens "PARA QUE OS ESTADOS UNIDOS POSSAM VIGIAR MELHOR O BRASIL". (O grifo é nosso), segundo declarações de deputados da Argentina.

A notícia diz que está havendo por parte de deputados da oposição do país quase irmão nosso, denúncias. A fonte, informou que o Itamaraty "não comentou os exercícios militares dos Boinas Verdes americanos na província de Missiones". Termina a notícia que o "O governo brasileiro sistematicamente é convidado a participar dos exercícios, mas se recusa". Ainda bem. Entretanto, no "caso" da base de Alcântara (MA), ponto de lançamentos de foguetes por parte de um acordo Brasil-Estados Unidos, o qual não foi aprovado pelo Congresso Nacional, existe uma clausula que nós brasileiros (governo) não podemos saber ou opinar sobre o assunto. Isto é grave! Esperamos que no futuro Governo de Lula que é um patriota, seja modificado esse acordo. Do contrário é um atentado a nossa soberania!

Antes da eleição presidencial a CNBB patrocinou um plebiscito em todo o país e quase 92% votaram contra esse acordo assim como a ALCA. Votamos contra e a descoberto, numa urna colocada em frente a nossa Catedral. Esse governo que gosta de guerra, tem muita coisa parecida com o nazismo estamos a nos referir de Mr. George Bush, presidente da Norte America que esteve com Lula, no dia 10 deste, na Casa Branca, naturalmente para entabolar novas convivências entre as duas Nações no campo do comércio, importações, Alca, exportações e soberania. Todo o cuidado é pouco e Lula, "matuto agrestino", garanhuense de Caetés, deve usar sempre a frase do grande marechal de ferro Floriano Peixoto "Confiar desconfiando". Esse bush, não "é flor que se cheire"! Ele só gosta dele mesmo é do seu povo!
ROSÂNGELA - No sábado último, pela manhã, no Tip, após a passagem Recife-Garanhuns, pela Jotude, pois participamos de um grande jantar no Senac, patrocinado pelo dr. Josias Albuquerque, presidentes do Senac, Sesc, Fecomercio (PE), figura que é um exponencial deste Pernambuco e Cidadão Honorário de Garanhuns, casualmente encontramos uma jovem de nome Rosângela Cantalice, aparentando 28 anos, solteira, universitária (UFPE), porém atualmente desempregada, que aguardava pegar o ônibus com destino a Gravatá a fim de participar da "Canção Nova", o qual é um encontro de jovens principalmente, para debater assuntos do catolicismo. Ela estava esperando por outros companheiros (a) para a mesma finalidade, a fim de ouvir a palavra do Pe. Vagner (dias 7 e 8). Nas nossas conversas, ela pediu para ser enviado o "Correio Sete Colinas" (um exemplar). Disse que tinha lido e gostou imensamente, sem saber que somos colaboradores deste órgão de imprensa.

Seus pais nasceram em São José do Cariri e ela é de Campina Grande (PB). Ele já falecido foi do BNB (José Cantalice) e Terezinha Barros Cantalice, é dona de casa e reside no bairro do Cordeiro - Recife. A sede dessa organização fica em S. Paulo (Cachoeira Paulista). O fundador é o padre Jones.

Pela amigávels palestra, ela é quase fanática da "Canção Nova", a ponto de dizer pra ela que "ia terminar sem se casar". Rosângela respondeu que "a maioria dos rapazes só querem sexo, álcool, drogas, devido a liberdade demais das moças". Depois, surgiu um jovem moreno claro. Fomos apresentados ao mesmo que iria também participar do evento e ainda outros chegariam para a viagem a Gravatá.

Ela estava com um terço ou rosário na mão rezando e até este colunista entrou nas suas preces...

É bonita, meiga, alta, alegria contagiante, deveria, salvo engano entrar num organização em defesa de crianças abandonadas ou mesmo de velhos sem recursos, mesmo rezando ou indo a igreja. Mas, "cada cabeça é um mundo".

Houve as despedidas com um fraternal abraço e ficamos amigos. Ela tem o nosso endereço e este "cara" ficou com o dela.

Ficou acertado que de vez em quando mandaremos um exemplar e Rosângela breve vai remeter para publicar uma programação.

Se ela desejar uma maior aproximação de um católico "relachado", é só escrever um cartinha para este velho-jovem que ficou gostando de mais outra Rosângela. Aliás, nunca vimos ou conhecemos uma Rosângela má. Todas tem um bom coração, pelo menos das velhas e novas amizades.