COLUNAS

 

HUMOR

Raulzito


O bêbado e Miguel Arraes

Raulzito acha que está cada vez mais difícil fazer humor, por conta da campanha política. O colunista considera difícil competir com os candidatos, que na sua opinião estão cada vez mais engraçados. E ainda tem cenas incríveis, como a registrada esta semana numa caminhada do ex-governador e ex-mito Miguel Arraes.

Foi assim: 'páia Arraia' andava pelas ruas da capital pernambucana, quando um bêbado o agarrou pelo pescoço e mandou o recado: "Arraes, quero lhe dizer uma coisa: lugar de Garotinho é na Fundac".

Mas, segundo o Raul, o ex-governador do Rio nem liga pra essas coisas. Já perdeu mesmo a eleição de presidente e agora quer continuar na disputa só pra ver se elege a mulher, a Rosinha, para governar o Rio.

- Por sinal - escreve Raulzito - não sei porque implicam tanto com Silvino porque ele colocou a mulher na disputa pela Assembléia. Serra chamou uma lady, a Rita Camata, para ser sua vice; Ciro subiu nas pesquisas graças a Patrícia Pillar, o Lula agora anda exibindo a esposa Marize por onde vai...

- Ora, se todo mundo pode botar a mulher na política, por que Silvino não pode?, questiona o Raul, fazendo a defesa da primeira dama.

Raulzinho chega a denfender em 2004 uma chapa enfeitada por saias, na disputa pela prefeitura.

- Eu acho que o padre Carlos André, que usa batina, poderia ter na vice a dona Rosa Quidute, que usa saias. Ninguém ganharia a eleição dessa dupla e ainda imitaríamos o Rio de Janeiro. Uma Rosinha lá e outra aqui, só nos ficaria faltando o Garotinho. Mas isso aí não dá trabalho. A gente lembra da história do bêbado que se escanchou no pescoço de Arraes e vai buscar um na Fundac.

Política é divertido, não é?

Melhor mesmo só a Deborah Seco, que anda tão seca que está até agarrando o marido dos outros, nas gravações das novelas. Também com peito de silicone, quem pode com ela? Nem o Ciro Gomes, aquele machão do Ceará.