CIDADE

 

Clima frio garante êxito da festa

O frio deste mês de julho e a nova praça de eventos, denominada "Esplanada Cultura Guadalajara", garantem o sucesso do 12º Festival de Inverno, iniciado na última quinta-feira e que prossegue com muitas atrações até o dia 20. No início do mês, os termômetros chegaram a registrar temperaturas de seis graus centígrados, durante as primeiras horas da manhã. À noite a serração tem tomado conta da cidade, principalmente nos altos da Boa Vista, Columinho, Monte Sinai e Magano.

Já a Esplanda Cultural Guadalajara, que teve suas obras iniciadas há pouco mais de três meses, foi entregue à população na última quarta-feira. Embora não tenha sido inteiramente concluído, o novo pátio de eventos ficou bonito e melhorou bastante as condiçõs para realização do Festival. Os moradores da Suíça Pernambucana, em sua maioria, gostaram do trabalho realizado.

"Depois do Festival nós vamos continuar a obra. Mas o que foi feito até agora já possibilitou um novo visual. Ficou bem melhor do que era antes", declarou o prefeito Silvino Andrade, ao comentar a construção da praça.

Guadalajara - Embora a programação do Parque Euclides Dourado e do Pau Pombo tenham agradado em cheio ao público mais exigente, a expectativa dos moradores da cidade é maior em torno dos shows que serão realizados na Esplanada Cultural Guadalajara, ainda a grande vitrine do FIG. A inclusão do grupo Roupa Nova no FIG foi muito bem recebida na cidade, uma vez que a banda tem uma legião de fãs na faixa etária dos 20 aos 40 anos de idade.

Os shows do Roupa Nova, Cidade Negra, Fagner e Rita Lee são os mais aguardados do Festival, segundo mostrou uma enquete feita pela Bluenet nos dias que antecederam o evento. No meio do povão, há uma expectativa positiva para a apresentação da Banda Calipso, que subirá ao palco da Guadalajara no meio da semana.