POLÍTICA

 

Armando Monteiro defende eleição de garanhuense

Reunido com a imprensa local e correligionários de Izaías Régis, num restaurante da cidade, o empresário Armando Monteiro defendeu a eleição de um político radicado na cidade para a Assembléia Legislativa, no pleito deste ano. Na avaliação do parlamentar, é importante que o município resgate a representação que teve no passado, com nomes como Elpídio Branco, Luís Souto Dourado, Ivo Amaral, José Cardoso e José Tinoco.

"Não digo que Garanhuns eleja quatro deputados, como fez em passado recente, mas que pelo menos envie este ano um representante à Assembléia Legislativa do Estado", disse Armando Monteiro. Na opinião do deputado, a Suíça Pernambucana tem perdido muito por falta de representação na principal casa política no Legislativo Estadual.

Na entrevista coletiva dada à imprensa local, Armando demonstrou profundo respeito pela primeira dama do município, Aurora Cristina, classificando de legítimo o lançamento da candidatura da esposa do prefeito. O parlamentar peemedebista, porém, defendeu a eleição do empresário Izaías Régis como deputado estadual, por entender que o presidente da ACIG tem o perfil ideal para defender o município.

BALANÇO - No seu contato com jornalistas, radialistas e seguimentos do empresariado local, o deputado do PMDB terminou por fazer um balanço das ações que tem desenvolvido em favor de Garanhuns e do Agreste Meridional. Citou, em primeiro lugar, os centros de saúde que levam o nome de sua família, que desde sua implantação, há cerca de cinco anos atrás, já atenderam na região meio milhão de pessoas.

"Diziam há quatro anos que era uma ação eleitoreira nossa e que depois da eleição o Centro iria fechar. Mas aconteceu o contrário e os serviços têm sido ampliados", salientou o parlamentar. Ele lembrou também que através do Sesi e Associação Comercial têm sido desenvolvidas na cidade ações na área de educação, com a criação de cursos supletivos, de informática e pré-vestibular, atendendo centenas de pessoas.

Armando Monteiro disse também que através de sua ação parlamentar, na Câmara Federal, foram liberados para Garanhuns recursos na ordem de R$ 1 milhão, possibilitando a realização pela prefeitura de obras nas áreas de saneamento e calçamento de ruas. "Os recursos para o asfaltamento da Avenida Ruber van der Linden resultaram desse nosso esforço", ressaltou.

AGENDA - Defendendo o investimento nos pólos médico e educional do município, o representante peemedebista citou várias vezes a Agenda Pró-Garanhuns, elaborada para servir de roteiro ao desenvolvimento do município. "A Agenda mostra o que deve ser feito em Garanhuns, nos setores da agropecuária, do turismo, da indústria, do comércio, da saúde e da educação. E foi elaborada com a participação de todos os seguimentos, inclusive da prefeitura", reforçou.

O deputado disse que o município precisa revigorar setores que tiveram importância no passado, como a pecuária leiteira e, ao mesmo tempo, dinamizar a vocação para o turismo, o comércio e a educação. "Como futuro presidente da Confederação Nacional da Indústria terei oportunidade de atuar mais ainda no desenvolvimento de Garanhuns", lembrou o parlamentar, a certa altura da entrevista.

No final, Armando Monteiro ainda ousou falar da política nacional, defendendo o nome do senador Pedro Simon, do PMDB, como candidato a vice do senador José Serra (PSDB). O deputado acha que o PFL perdeu o "time" no atual processo político, por isso acha que o partido de Marco Maciel ficará sem candidato próprio a presidente da República, em outubro deste ano.

Com relação a eleição de governador de Pernambuco, o parlamentar afirmou que irá apoiar o candidato do seu partido, Jarbas Vasconcelos, enquanto o seu aliado local, Izaías Régis, que está no PSB, defenderá um nome da oposição.