CULTURA

 

Duda Mendonça mostra a força do rádio

No livro "Casos & Coisas" o publicitário Duda Mendonça, atual assessor de campanha do PT, dedica um capitulo inteiro a importância do rádio na comunicação. "Não devemos jamais, em nenhuma campanha, subestimar o poder do rádio. Por ordem de importância o rádio é o segundo na mídia, é a mídia complementar da televisão", ensina o marketeiro.

Duda Mendonça lembra que "a audiência do rádio é espantosa, sendo mais ouvido do que muita gente pensa". O publicitário frisa que aparelhos de rádio estão ligados, girando músicas, propagandas e notícias, fazendo parte do cotidiano de milhões de pessoas nas mais diversas regiões do País.

"São lavadores de carro, porteiros de prédio, motoristas de táxi, vaqueiros, empregadas domésticas, vendedores em bancas de revistas, feirantes, lavradores, manicures, balconistas de botecos e lanchonetes, sem terra, vigilantes noturnos, cambistas de jogo de bicho... O poder de penetração do rádio é impressionante", destaca o profissional de marketing.

"Conheço pessoas que, por não terem o hábito de ouvir rádio, acham que ele tem pouca importância. Cometem, assim, um enorme erro de avaliação. Quem menospreza a força do rádio, está abrindo mão de um vasto campo, ali disponível para a plantação de suas mensagens", prega o marketeiro em seu livro.